Brasil compra super computador e tecnologia da França

A presidente Dilma Rousseff anunciou recentemente que o Brasil já está em vias de desenvolver um supercomputador destinado à pesquisas em áreas estratégicas. O anúncio foi feito em função do último encontro bilateral com o presidente francês, François Hollande, que resultou na assinatura de um acordo de cooperação entre Brasil e França. O tratado prevê a compra de um supercomputador de fabricação francesa, pelo governo brasileiro. Ao mesmo tempo, prevê a transferência de tecnologia da empresa francesa Bull para outra empresa brasileira do ramo, a fim de possibilitar o desenvolvimento das próximas gerações de supercomputadores.

De acordo com o pronunciamento da presidente brasileira, no momento, somente dez países no mundo possuem capacidade de produzir algo com este nível de sofisticação, e o Brasil faz parte deste seleto grupo. Na realidade, o supercomputador brasileiro será uma estrutura computadorizada de alto desempenho, capaz de desenvolver aplicações para áreas estratégicas como a petroleira, climatológica, geográfica e muitas outras. O custo de fabricação deverá ser em torno de 41 milhões de dólares, entretanto, o valor não inclui os custos operacionais ou de instalação.

Além disto, o acordo propõe a criação de uma empresa formada pelos dois países, dedicada à fabricação de armamento militar, assim como a construção e lançamento de um satélite de defesa e comunicações estratégicas.

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar